sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Deus, permita-me asas
Me de leveza de alma e pensamento
Faça-me algodão soprado aos ares
Rodopiante, flutuante

Nenhum comentário:

Postar um comentário