sábado, 23 de fevereiro de 2013

Sorriso Nômade

Sorriso Nômade
Brinde comigo este poema
As  palavra de alegria em detrimento das tristes
Glorifiquemos todos os abraço
Beijos sorrisos e com toda certeza, toda gargalhada
Quero antes exaltar as brincadeiras
A cumplicidade
As noites não dormidas antes das 3 da manha
E as manhas que começam junto com a tarde.

Os olhares se renovam Sorriso Nômade
Assim como a vida e as pessoas
Deixemos a fragilidade aos copos
Mas não deixemos de brindar
Pelo que veio e pelo que virá

Não retiremos jamais o sorriso da face
E a bebida dos copos
A noite ou o dia é um momento só
Que nos espera ansiosamente
Sejamos simples e irresponsáveis
Pois assim é a alegria

E brindemos enfim!
E continuemos a andar Sorriso Nômade




Nenhum comentário:

Postar um comentário