domingo, 9 de dezembro de 2012

Aborto Natural


Meu ventre agora é como um túmulo
Onde jaz sua ausencia
São apenas  nos sonhos que te encontro
E lhe protejo em meus braços
Neles você não foi prematuramente
Fraca morte de poucos suspiros
Sorrisos e choros 
Que serão sempre recordados por mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário