terça-feira, 31 de julho de 2012

Seu ser é tão presente quanto mesmo minha alma
Aparece quando for e antes mesmo fecha meus olhos para que possa mais sentir-te do que ver-te
começa sempre a me buscar para a dança
Animo como criança e me arrepio de pele e alma

Quanta vezes nao me puseres na cama
E pude sentir te a alisar meus cabelos ou mesmo guardar meu sono
quantas vezes nao enconstastes a cabeça em meu ombro ou mesmo as mãos de modo que o sentir pedia sublimação

O mais impressionante é como chama a minha alma para que atraves dela
e somente desse modo possa me completar e ver em ti uma essencia dançante, flutuante e leve
que so me pede sorriso e leveza 

Nenhum comentário:

Postar um comentário