domingo, 11 de dezembro de 2011

As ponte foram caindo
Os castelos envelhecendo
E tudo ficando com um tom sépia e preto e branco
Beleza cristalizada
Sonho cristalizado
Memória de um tempo e espaço já vivenciados
Em um passado aparentemente tão remoto
Que nao sei mesmo se eu já existia

Nenhum comentário:

Postar um comentário