segunda-feira, 28 de março de 2011

O contador de estrelas

Ele então olhou o céu, escolheu a estrela mais forte e marcou como ponto inicial.
Ele então começou a contar, e noite após noite viajou por seu planeta contando todas as strelas do céu.
Ele então chegou a um número, "dezoito mil, trezentos e sessenta e sete", essa era a quantidade exata das estrelas que tinha no céu, e ficou feliz quando depois de contar a última avistou a estrela mais forte novamente.
Ele então notou que bem próximo à aquela estrela havia um ponto de luz fraquinho, e decidiu subir no alto de uma árvore para enxergar melhor. E pra sua surpresa percebeu mais três estrelas fraquinhas, que não havia enxergado antes, pelo brilho forte da primeira, mas assim sendo deveriam existir outras estrelas que não viu.
Ele então voltou a andar noite após noite, subindo nas árvores mais altas e recontando as estrelas, porém o que mais brilhava nas escuras noites, era seu sorriso, não por ter descoberto que haviam mais estrelas, e sim por ter percebido que sempre poderia ter mais uma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário