quinta-feira, 16 de setembro de 2010

menina

Hoje sinti sua falta.
A falta de sua ausencia presente
de seus encantos
De como fazia-me sorrir sem ao menos estar em minha frente
Agora resolvi nao controlar-me e escrever e exteriorar essa falta
falta de um futuro possivel proximo
falta de uma certeza
de uma voz antes de durmir
"sera que voce ainda pensa em mim?"
as vezes penso o quanto dura a inercia de um sentimento
Pensei que era você
lembrei do poema
pensei na dedicatoria e me tracei um tempo
um tempo que so foi projeto
e você se foi
e eu fiquei
mas pensei que tinhas ido
já em segundos do meu pensamento
Mas ainda vejo seu índice
Seu rastro
e as poucas lembraças
mas que como todas, digo talvez sem hipocrisia
deixaram suas marcas

Procura-te ou nao procurar-te es a questão
creio que nao, porque nao me procuras você ja que você que quis sumir

Nenhum comentário:

Postar um comentário