segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Pq poesia no que não é poetico

Se vc tivesse uma minima noçao
do que é gerar e ter um sentimento se pudesse saber realmente que se torna responsavel pelo que cativa
se fosse mais um pouco pros outros assim como ninguem é vvc teria agido diferente
pq vc é vc? pq esses jeitos dúbios?
É isso claro..esperei esse dubio e nao o encontrei hj
e eu como faço? como lido com meu dubio?
na verdad me diz mt sinceramente o q faço, como agir
abre o jogo tira a mascara nao fique so sorrindo q nem eu
sera q as pessoas deveriams er menos educadas e tlvzs mais reais?
sl a raiva faz mt coisa ..o pior é a angustia q nao tinha
epaaaa algo aconteceu??? ainda nao??
tem,os q aproveitar o desconforto para q algo aconteça drepent é mais facil
vamos lembrar da historia das 3 tragedias...quem sab um castelo nao me espera
pq a esperança é a ultima q morre rs as vzs da vontad d esfaquea-la d vez ..ps a esperança
Agora são duas



Duas na lembrança duas que me causam calafrio duas que me deixam ansioso e...com borboletinahs no estomago? rs sim é isso
Queria que a ordem fosse invertida, primeiro tivesse sido a segunda para imortalizar com a primeira, mas acho que a segunda foi por consequencia da primeira, assim caio num calculo quase impossivel de antes depois e durante
se tenho um caminho a esquerda tenho outro a direita e se cai uma pedra no da esquerda apontando um cmainho tb leio como um bloqueio de caminho
sempre o dois, na verdade o tres um lado outro ou manter-se....
o que importa é que acontece algo conosco...pra que um objetivo?
pra que uma merda de objetivo num mundo finito
numa vida finita
porque nao apenas seguir caminhos? porque pensar nos outros e porque nao pensar ou ate porque de se pensar...
palavras e nao razão, vivente e não animal
e o que é vivente, e o que é vida?
nosso caminho ja existe ou construimos ele?

sábado, 18 de setembro de 2010

L'impossibilité de une femme

Quero encontrar alguém com os cabelos tão soltos como o seu
que voam com uma brisa ou mesmo com um sutil movimento
Procuro alguem com seus olhos,
Seu olhar tão profundo, que quando encontra a profundidade dos meus brilham docemente
Que esboçe um sorriso quando fica sem graça
ou mesmo seguido de uma leve piscada de olhos
Uma mulher com traços de menina
Com a voz firme e decidida
mas de mãos delicadas e abraço confortante
Te admiro como a uma estrela, longe, intocavél
Mas que me inspira

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Après tout, vous m'avez rappelé ce que signifie être dans l'amour
Estar apaixonado...Estive apaixonado...Estarei apaixonado
A paixão pra mim é como o mar,
se tenho oportunidade
mergulho e não saio antes do anoitecer

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

menina

Hoje sinti sua falta.
A falta de sua ausencia presente
de seus encantos
De como fazia-me sorrir sem ao menos estar em minha frente
Agora resolvi nao controlar-me e escrever e exteriorar essa falta
falta de um futuro possivel proximo
falta de uma certeza
de uma voz antes de durmir
"sera que voce ainda pensa em mim?"
as vezes penso o quanto dura a inercia de um sentimento
Pensei que era você
lembrei do poema
pensei na dedicatoria e me tracei um tempo
um tempo que so foi projeto
e você se foi
e eu fiquei
mas pensei que tinhas ido
já em segundos do meu pensamento
Mas ainda vejo seu índice
Seu rastro
e as poucas lembraças
mas que como todas, digo talvez sem hipocrisia
deixaram suas marcas

Procura-te ou nao procurar-te es a questão
creio que nao, porque nao me procuras você ja que você que quis sumir

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

luzes

Com você construi minha estrutura e me edifiquei
criei meu ideal apesar de tudo
traçei meus sonhos e vi momentos exemplares de felicidade
Já com você aprendi o inexperado, o acaso e a observar
agora quero aprender a sorrir a todo segundo.
Não a toda hora, como já faço, isso é pouco
quero sentir quero sorrir quero transcender
quero poder encontrar com você, mais uma vez, conversar
ver no que nos transformamos
quem sabe o que o futuro espera.
Já con você.. eu não sei queria poder ter aquela vela mesmo com o pavio ja gasto
foi um rtesquicio de fogo que me fez enchergarum pouco depois do apagão de um olofote que quem sabe nao me cegava?
e ao invés de olhar para os lados para me acostuamr com aquela luz..brigava com ela olhando-a diretamente e me cegando mais e mais

Para um passado

Primeiro pensei em dizer: Não te perderia mais
Depois pensei, não nos perderiamos mais
mas retomei, nao te perderia mais, porém não sei se me perderias ainda
então me pergunto, não me perderia mais?

Nunca deixe de amar, de dar o seu amor, não há perigo de se perder o que se dá mas há de se perder o que se guarda.

Quem sabe um dia...se foi incrível, que dirá depois, qdo realmente tivermos prontos

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Pra onde vai toda aquela energia?
Sinto-me um tanto frio, um tanto estático
Sinto o vapor da antiga energia se esvaindo de meus dedos
sublimaçao, do calor ao frio do vapor ao solido, direto sem estados intermediarios...


"acontece que meu coração ficou frio"