sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Ilusões, ilusões, ilusões
nada passa de ilusões
porque de tantas rasas miragens?

Nenhum comentário:

Postar um comentário