sexta-feira, 30 de julho de 2010

Como que ao acaso o destino quis que caminhos se cruzassem em segundos
Que os olhos fulminassem a ponto de concretizar algo custasse o que for
Agora longe penso apenas em seu olhar
E a outra, agora ta cada vez mais pra tras
Sensação boa de liberdade e querer bem

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Como nao vou estar nem aqui, ja segue meus parabens!, 20 anos! td de bom! queria mt estar a seu lado ou ao menos como foi costume nos ultimos 3 anos ser o primeiro a te dar parabens
Queria repetir qualquer que fosse o ritual para que estivesse ao seu lado, para poder te ver sorrir, e te mostrar, como mostrei no primeiro ano o quanto essa data é importante..mas tenho quase certeza que vc nem se lembrará
.. a lembrança quase certa é solitaria
pensarei em você
nao tenha duvida e te desejarei tudo de bom
assim como sempre lembro e sepre desejo

Você

Novamente eu pensando em você
E ouvindo a musica que vc me dedicava
A gente nunca se entrega como deveria

Lembro de momentos
Dos melhores e mais bonitos
Dos sorrisos e carinhos

O forte abraço que parecia que nunca se cessaria
o sorriso, as buchecas e os narizes
As expressoes e as vozes

Você

segunda-feira, 19 de julho de 2010

A menina acabara de sair do banho, o garoto resolveu entao fechar os olhos e deixar a agua quente escorrer sobre sua cabeça, fechou a torneira e puxou a toalha que ela havia deixado pendurada na divisória de mármore, esfregou os cabelos e o corpo rapidamente, ao sair do box, encontrou o espelho oval embaçado pelo vapor e um S como feito com o dedo.

- Ih tem um S aqui.
- Fui eu! gritou a menina, é minha marca!
- Um S ?
- Sim, não reparou na minha tatuagem?

A menina se aproximou novamente do banheiro, de onde saia a unica luz que iluminava seu corpo despido, ela de costas exibia um tipo de sol, na parte superior das costas

- Sim é um sol!
- Então, sol, de Solange.
- Seu nome não era Milena?
- Meu nome lá é Milena, meu nome mesmo é Solange.
- Ok já percebi que nunca vou saber qual o seu nome de verdade

Gemeos

Se gemeos somos
em sentimentos e sentidos
espero ter te causado prazer
espero nao gerar magoas, nem mesmo feridas

Se gemeos somos, curta o desafio de romper as barreiras
o ego, o desejo e principalmente o medo
Deixe flutuar-se sobre as estrelas e tente alcance-las mesmo que parecam tao distantes e perto ao mesmo tempo

Se somos gemeos quero ve-la sorrir
quero ve-la dancar e criar seu repertorio
Coisas para alem da vida, sensacoes e momentos para a alma

E quando finalmente nos unirmos novamente
Que nossas sensacoes e lembrancas se fundam
A mais incrivel explosao energetica

Sinta, e nao sinta
corra e voe
Deixe que o ar circule
que o fogo queime
que a terra caia na terra
e que a agua volte a agua
e principalemten faca parte do ciclo maior

E nao se esqueca de aparecer e dançar.
De olhos fechados a alma sente mais,
e assim nos envolvemos muito mais
Num tempo e num espaço que só existe pra nós
Ontem senti outro corpo,
O primeiro além do seu
E te juro, que te procurava em cada curva
Que lembrava de você a cada movimento
Apesar de pensar em outra, ou tentar
E ter ali ainda outra,

Ontem te e me trai por juramentos que no fundo parecem vãos
Ontem tratei outra como tratava você
Sorri e ate mesmo refiz os mesmos carinhos
Bobos, de namorados

Ontem desordenei o certo e o errado
E o caos se estampou novamente
Te tive e nao te tive
Tive outra e nao a tive

Curvas, as tao sintuosas curvas
as vezes parecidas, mas jamais iguais
Meu ideal ja cristalizou em você

Ontem me perdi nos braços de outra
mas querendo que fosse os seus

quarta-feira, 14 de julho de 2010

No fundo só queria aquelas coisas bonitinhas...
Ok, não só isso, mas sei bem de quem
não posso me queixar ta td tao bem...
E sempre há a esperaça

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Eternum

Se for pra fazer um pedido,
Desculpe o egoísmo,
Mas quero ela de volta.
Com a mais pura vontade
Que se pode desejar alguém.

Até quando minhas lágrimas serão suas?

sábado, 10 de julho de 2010

Aznavour feelings

"She may be the face I can't forget,A trace of pleasure or regret,May be my treasure orThe price I have to pay.
She may be the song that summer sings,May be the chill that autumn brings,May be a hundred different thingsWithin the measure of a day.
She may be the beauty or the beast,May be the famine or the feast,May turn each day into aHeaven or a hell.
She may be the mirror of my dream,A smile reflected in a stream,She may not be what she may seemInside her shell.
She who always seems so happy in a crowd,Whose eyes can be so private and so proud,No one's allowed to see themWhen they cry.
She may be the love that cannot hope to last,May come to me from shadows of the past,That I'll remember till the day I die.
She may be the reason I survive,The why and wherefore I'm alive,The one I'll care for through theRough and ready years.
Me, I'll take her laughter and her tearsAnd make them all my souvenirsFor where she goes I've got to be.The meaning of my life is she, she, she

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Eles se olharam por um segundo, nao ouve sequer tempo, ele emsmo nunca imaginara que aquilo pudesse acontecer, uma convesa sobre o amor.

-Eu sinceramente ainda acredito que o amor não desaparece
-Pode não desaparecer mais se transforma, não é mais o mesmo
-Certo, ams poderia ser capaz de uma transformação drastica
-Ok, ele pode desaparecer

Os dois se vão

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Lembro muitos anos atras que te desafiei a ver o futuro
vejo o quanto voce acertou, e eu?
Sera que finalmente se foi
A dor nem será muita confesso nem dor sei se tem
O problema era o receio ams acho que agora foi
Por um lado espero muito
Preciso de paz, só paz, uma roupa branca
deitado na rede ouvindo o barulho do mar e sentindo o sol queimar
meu braços ja cansados de remar e aquela agua de coco pra refrescar

segunda-feira, 5 de julho de 2010

De verdade? Você realmente me fez ao menos por um tempo esquecer o passado
E depois apesar de querer retoma-lo ele nao estava mais completo
De verdade, acho que um bom abraço e palavras doces
Seguidas de um sorriso uma expressão incerta e um beijo
Me fariam sentir completo mais uma vez?
O que desejo é apenas a completude e no momento, realmente creio,
Que você seria o caminho mais proximo
Dessa vez posso falar que eu me engano
Como consegue fazer essa confusão com minha cabeça
Sorri e usa de sua delicadeza
Com que proposito?
Na verdade não é proposital agora sei que é coisa minha
Mas porque a atiça?
As vezes parecemos caminha juntos em outras que aparentam ser mais separados temos a penas a distancia de nossos braços esticados
Porque não caio em terra de vez?
Pensando em cair na real, nunca em deitar-me sobre solo rs

Começou pelo fim

Começou pelo fim

- Pai hoje você tem alguma coisa pra fazer?
- Sim filho o papai sempre tem o que fazer, ler, trabalhar, estudar.
- Todo dia?
- Na verdade, a gente faz um pouco cada dia, desse monte de coisa, quando a gente acaba uma a gente ja começou a fazer outra.
- Pai quando a gente acaba tudo é que a gente morre?

O pai abaixa seu livro, respira profundamente, e reflete como a muito tempo não refletia.

-Não filho, quando a gente morre ainda fica muita coisa por ser feita.
-Mas e ai? acaba então que não era tão importante você faze-las.
-O importante, a gente deixa pro nosso tempo livre, para que possamos curtir, mas sempre adiamos esse tempo livre.

O filho com a igenuidade e a sapiência de uma criança, olha o pai como quem não entende essa lógica estranha.
A mente do pai vaga no ar com as tocantes frases do filho.

-Pai, em vez de fazer um pouco de tudo, porque você não faz, até o fim, o que você realmente quer, ou acha importante?
-Filho, as coisas que realmente tem valor, e que algumas, eu já perdi, são feitas em minutos, as vezes nem demora uma hora. Seria dizer palavras, mais palavras, talvez ser sincero com as pessoas.
-Vovó já falou que você é assim por ser delicado.
- As vezes as pessoas disfarçam a covardia com a delicadeza, poderia ser mais angelical, se não tivesse receio de ser incomodo.
- Mas pai, não se deve sempre falar a verdade?
- Filho, a vida me ensinou que é mais fácil, e melhor para nós e para os outros, dizer o que querem ouvir, mas hoje vejo que as palavras que queria ter dito, eram a que eles deveriam ouvir. Sendo muitas delas palavras muito boas, outras conselhos e algumas até uns puxões de orelhas.
-E porque você não disse?
-Porque achava que aprenderiam com a vida, que o destino estava reservado para cada pessoa, mas, se pensarmos que a vida só depende de nós, e acreditarmos no livre arbitrio e em nossa real liberdade, vemos que somos condenados a viver com nossos atos.
Certa vez, um homem disse que a existência precede a essência, e isso significa que somos os donos de nossos proprios atos e ações.
-Sim pai, mas isso não seria até mesmo obvio? Se eu faço alguma coisa, fiz porque quis! Por mais que me mandem, teve minha vontade.
- O raro está ai filho! A vontade pura, a vontade do agora, a vontade sem culpa, sem receio, a vontade por si só, essa vontade é a unica que nos faz termos a completa noção, de que toda consequência, surgiu de uma causa nossa...sabe filho, aquele papo de que "faça o bem e você vai ter o bem etc"?
- Sim, na escola sempre falam isso também.
- Um dia, vão tentar te ensinar que a ciência e a religião são opostas...mas, se você fizer seus deveres e estudar direitinho, vai ver que as duas se complementam, e vai até mesmo conseguir provar a existência do que acham que nunca poderá ser comprovado.
-Pai do que está falando?
-Sabe o ser bonzinho? Você vai estudar um cara, Newton, e vai descobrir as leis de ação e reação...
-Hummm...

O pai fecha o livro levanta-se e poe sobre a mesa.

-Aonde você vai? Não queria acabar o livro?
-Depois disso, as letras de um livro voam da pagina. Tem letras e palavras que tocam mais a gente.
-Pai... desculpa, não queria ter interrompido.

O pai se ajoelhou em frente ao filho, até mesmo para ficar na mesma altura, assim como um gesto de quem pede perdão e tenta se redimir.

-Filho, nunca peça desculpas pelas suas puras vontades, pode até pedir desculpas se ferir alguém, mas, saiba que toda palavra tem sua força e sua hora pra ser colocada.
Antes de fazer seus deveres de casa, faça o que você acha que tem que ser feito, brinque com um amigo, sorria, abrace seus pais, e tudo mais que não poderá ficar sem você, no dia que você se for.

domingo, 4 de julho de 2010

Vai dizer que Eva não usou seu charme com Adão
E nós sempre caindo nessa,
Culpa de quem?
Da serpente! Rs

Caos Mental.. confusão, antes fosse caos, o sublime caos

Preciso do Caos e do meu proprio Perfume
Entorpercer-me em mim mesmo
E em transes cada vez mais individuais
Não é facil encontrar seu dúbio, seu dobro
Mesmo sabendo que ele está em algum lugar...

antes que ele já está ai..não não é isso
inconsciente nao permita-me iludir-me
não é ela jamais será não a quero

Lembre-se do velho porto
Ancore-se se não tem destino certo!
A gente as vezes se testa mesmo ja sabendo o resultado
Pourquoi?
"Ai! ai! meu coração
Passa dia mês e ano
Não consigo te esquecer
Ai! ai! meu coração
Ainda bate apaixonado
Com saudade de você" "
Quando penso que te esqueci me testo
me testo de todas as maneiras
E quando lembro do teu sorriso
Do teu carinho
De seus gestou tão doces
E da força daquele abraço
Como que pedisse para que jamais a abandonasse
Eu vejo que é impossivel te abandonar

Chicas Fellings

"Quando penso em você
Meu olhar se enche d'água
Não tenho um pingo de mágoa
É só saudade da boa
Que fica
Na lembrança de um beijo
Do abraço
Que ninguém me deu igual
Da noite que valeu por todas
Que eu vivi
O tempo foi passando
E eu fiquei
Por todos os amores
Aonde andei,tentei
Mas nunca deu pra esquecer
De ti
Ai! ai! meu coração
Passa dia mês e ano
Não consigo te esquecer
Ai! ai! meu coração
Ainda bate apaixonado
Com saudade de você"

sábado, 3 de julho de 2010

O que importa pra minha felicidade é asua felicidade
O que importa no meu cainho é que seu caminho seja bem trilahdo
E por não estar mais nele acompanho de longe com receio de seus perigos
O meu caminho seguira tranquilo
Enquanto for paralelo ao seu e meu unic desafio seja te observar
Se trilhar o meu ao redor do teu
nao sentirei os bstaculos de minha frente
enquanto o importante é vigiar
nao temos perigo a nossa frente