sábado, 26 de junho de 2010

Primeiro tento decorar-te com os olhos
Em sonhos te recrio com perfeição
Admiro-te em cada traço em cada brilho e cada gesto
Então consigo tocar-te e sinto-a como um todo
minhas mão percorrem por suas curvas organicas
e ao meu toque reages com um arrepio
Assim começo a senti-la a noite, em meus sonhos
Gravo suas formas e consigo ate mesmo recria-las no ar
Então percebo suspiros e começo a explorar-te a alma
e a noite em sonhos consigo senti-la real
e alem da forma e das sensações vejo tua alma
E assim nos vemos entregues
observo cada traço cabelos, olhos
sinto seu braço, seus labios suas curvas
vivo sua respiração e o pulsar do seu coração em seu seio
conheço-te a ponto de me entranhar
e a sensação do calafrio
de ser um e dois
sentir-te arrepiada
seu folego seu suor
seu corpo sua alma
sentir te, decorar-te viver-te
dia a dia até te incorporar e esquecer
esquecer? nao jamais! serás sempre parte de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário